Geral

MEC anunciará resultados do IDEB no dia 15 de setembro

O Ideb é Para Ellen Gera, um dos principais indicadores da Educação em termos de medir a qualidade da aprendizagem
12/09/2020 13h10 - atualizado

Os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) de 2019 serão divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) na próxima terça-feira (15).

O MEC revelará os resultados durante coletiva de imprensa às 9h30 na sede do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O Piauí aguarda ansiosamente pelos resultados das escolas públicas do estado.

Estarão presentes na coletiva o ministro da Educação Milton Ribeiro; o presidente do Inep, Alexandre Lopes; e o diretor de Estatísticas Educacionais do instituto, Carlos Eduardo Moreno Sampaio; que fará a apresentação dos dados. Tanto o Ideb quanto o Saeb são produzidos pelo Inep.

Djanira Alencar, diretora do Centro Estadual de Tempo Integral (CETI), afirma que não foram medidos esforços para tentar obter um bom resultado.

 “Toda equipe pedagógica tem se comprometido com uma educação de qualidade e já colhemos frutos, como um índice que chega a 80% de aprovação em universidades públicas pelo Enem ou com bolsa em particulares. Isso nos mostra que estamos no caminho certo, onde a educação tem impactado na educação dos alunos. Todos os anos, a partir do nosso trabalho, aguardamos os resultados como do IDEB com uma grande expectativa, pois acreditamos na qualidade dos nossos esforços. Temos uma noção que mais uma vez superaremos a nossa meta que é 5,9, por conta do trabalho realizado, principalmente em 2019. Temos percebido a evolução. Acredito que será um dia de festa pra nós”, destaca a diretora, que trabalha há 11 anos com modalidade integral de ensino.

Conforme explica o secretário de Estado de Educação, Ellen Gera, o Ideb é um dos principais indicadores da Educação em termos de medir a qualidade da aprendizagem, e assim estabelecer metas de melhorias no ensino.

“O Ideb é calculado com base em dois componentes: aprovação, com dados obtidos por meio do Censo Escolar, e aprendizagem, baseado no desempenho dos estudantes nas provas de português e matemática aplicadas pelo Saeb.  A média desses componentes gera uma nota que pode variar de zero a dez. Pelo resultado do Ideb, estados, municípios e escolas podem identificar suas dificuldades e traçar planos para melhorar o seu desempenho. Por exemplo, se uma escola deixa de atingir a meta porque os estudantes não tiveram boas notas na prova de matemática, ela pode realizar um projeto de reforço com os estudantes para melhorar o aprendizado da disciplina. Por isso, o indicador é tão importante e os avanços devem ser comemorados”, explica.

O Pacto Pela Aprendizagem tem como meta implementar as ações que já vinham sendo desenvolvidas, alinhadas ao Plano Nacional de Educação e ao Plano Estadual de Educação, associado ao plano de investimentos do governo do estado no eixo Educação, tendo sua organização pautada em sete em 7(sete) pilares estratégicos.

As ações de ensino e aprendizagem de forma engrenada nesses pilares contribuem para os avanços dos resultados educacionais do estado do Piauí.  “Ações como o Circuito de Gestão, Mais Aprendizagem, Avaliação Global Integrada, Poupança Jovem, Acompanhamento Pedagógico sistemático, Caravanas pedagógicas, Programa de Mediação Tecnológica, visitas técnicas às escolas. A continuidade dessas ações nos dá boas perspectivas de crescimento no Ideb que será divulgado ainda esse mês”, destaca ainda Ellen Gera.

SOBRE IDEB

O IDEB também é um importante condutor de política pública em prol da qualidade da educação. É a ferramenta para acompanhamento das metas de qualidade para a educação básica, que tem estabelecido como meta para 2022, alcançar média 6 – valor que corresponde a um sistema educacional de qualidade comparável ao dos países desenvolvidos.

A diretora da Unidade de Ensino e Aprendizagem, Maria Jose Mendes Neta, destacou que em 2019, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc-PI)  criou o  “Se Liga no Saeb”,  um programa “guarda-chuva” que norteou  as escolas, as Gerências Regionais e a própria equipe da Seduc em como trabalhar, mobilizar e engajar todos os atores que fazem parte do processo de avaliação do SAEB.

“Para os gestores escolares, o foco principal é o aluno e o interesse é fazer com que ele aprenda e o resultado do Ideb atesta que estão no caminho certo e que a aprendizagem está acontecendo com qualidade. São vários os fatores que levam a esse resultado, sendo imprescindível levar em consideração o interesse dos alunos, a equipe pedagógica qualificada e comprometida com a escola, além do trabalho que vem sendo desenvolvido em um modelo de gestão democrática e participativa. Outro detalhe importante que auxilia chegar na meta é a parceria dos pais, apoio das Gerências Regionais e equipe central da Seduc”, finaliza a diretora.

Em junho, finalizou o prazo para representantes das instituições de ensino verificar os dados preliminares do IDEB e apresentar recursos ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O Saeb 2019 contou com a aplicação de testes para 7,6 milhões de estudantes matriculados em 291 mil turmas em todos os sistemas de ensino e regiões brasileiras. No Piauí, 31.214 dos 35.707 alunos matriculados no 3º ano do Ensino Médio, 9º e 5º anos do Ensino Fundamental da rede pública estadual realizaram a prova, uma taxa de presença de 90%.

Mais na Web