Piauí

Metrô de Teresina registra aumento de passageiros após greve dos ônibus

Segundo a Companhia Metropolitana de Transporte Público (CMTP), desde o início das primeiras paralisações dos ônibus na capital, foi registrado um aumento de 20% na procura pelo metrô.
20/02/2021 07h23 - atualizado

Há mais de uma semana de greve dos motoristas e cobradores de ônibus, o metrô de Teresina virou uma alternativa para quem precisa chegar ao Centro da capital diante da impossibilidade de pegar um coletivo. Com a paralisação dos ônibus, foi registrado um aumento de 20% na demanda do metrô.

A professora Silvaneide Rodrigues é uma das usuárias que optou por pegar o metrô para chegar até o Centro da cidade com a greve dos coletivos, e afirma que por morar na região do Dirceu, acaba sendo mais viável pegar o metrô.

“Geralmente eu pego, que eu moro próximo, e bem mais barato, mais rápido também, mais confortável. [...] Além de ser bem econômico, é mais rápido e também é muito difícil você estar em uma parada de ônibus esperando. Tem o horário que você tem que cumprir, o do médico, o do trabalho, e aí é muito difícil essa situação.

Normalmente, o metrô de Teresina tem capacidade para 600 passageiros por viagem, mas com a pandemia, e para evitar aglomeração nos vagões, essa capacidade caiu pela metade. Mesmo com a greve no transporte público, o metrô continua funcionando com a capacidade reduzida, mas para atender a demanda, a Companhia Metropolitana de Transporte Público (CMTP), colocou mais um Veículo Leve sobre Trilho (VLT) em circulação e ampliou o horário de funcionamento.

Segundo a CMTP, desde o início das primeiras paralisações dos ônibus na capital, foi registrado um aumento de 20% na procura pelo metrô. Devido ao aumento no número de passageiros, dois VLTs estão circulando em horário de pico, e o serviço fica disponível de 06h50 até às 18h30.

Atualmente, o metrô funciona de segunda à sexta-feira, mas segundo a CMTP, caso a greve no transporte público continue e haja necessidade, a companhia informou que o metrô pode funcionar também aos sábados.

Mais na Web