Saúde

Ministério da Saúde inclui grávidas no grupo prioritário de vacinação

A coordenadora destaca que as vacinas disponíveis no Brasil não contêm os agentes vivos que podem se replicar no organismo.
27/04/2021 17h07 - atualizado

Em anúncio feito nesta terça-feira (27), o Ministério da Saúde passou a incluir gestantes como grupo prioritário para receber a vacina contra a covid-19 no Brasil.

A decisão foi anunciada durante audiência pública da Comissão de Enfrentamento à Covid-19, na Câmara dos Deputados. Conforme a coordenadora do Programa Nacional de Imunização (PNI), Franciele Francinato, a decisão foi tomada de acordo com as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e após uma reunião com a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia, realizada na última sexta-feira (23).

A coordenadora destaca que as vacinas disponíveis no Brasil não contêm os agentes vivos que podem se replicar no organismo. “A do Butantan [CoronaVac] já existem evidências de não ter risco para gestantes e as outras não tem agentes vivos que se replicam no organismo”, finalizou.

Com informações do R7.

Mais na Web