Saúde

Ministério da Saúde orienta dose de reforço em idosos acima de 60 anos

De acordo com o ministro, além dos idosos com mais de 70 anos e dos profissionais de saúde, o Ministério da Saúde vai atender aqueles com mais de 60 anos.
28/09/2021 18h17 - atualizado

O Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou nesta terça-feira (28), em vídeo publicado nas redes sociais, que o governo vai iniciar a aplicação de dose de reforço da vacina contra a Covid-19 em pessoas com mais de 60 anos.

Segundo o ministro, é possível hoje, no final do mês de setembro, já ofertar para idosos brasileiros uma dose de reforço da vacina. De acordo com ele, além dos idosos com mais de 70 anos e dos profissionais de saúde que já foram anunciados como contemplados com o reforço, agora o Ministério da Saúde vai atender aqueles com mais de 60 anos.

De acordo com o ministério, a aplicação do reforço é para pessoas que tomaram a segunda dose há mais de seis meses, independetemente do imunizante usado no primeiro ciclo de imunização.

Essa nova etapa de vacinação está sendo realizada, preferencialmente, com a vacinada Pfizer. Contudo, na falta desse imunizante, a alternativa é usar as vacinas Janssen e Astrazeneca.

Mais na Web