Piauí

Ministério Público abre inquérito para investigar Gil Carlos

O promotor Jorge Luiz Costa Pessoa, instaurou inquérito civil para acompanhar a apuração de suposta irregularidade na prefeitura de São João do Piauí.
12/09/2019 10h25 - atualizado

O Ministério Público do Piauí, através do promotor Jorge Luiz Costa Pessoa, instaurou inquérito civil para acompanhar a apuração de suposta irregularidade, bem como apurar possíveis atos de improbidade administrativa. A cidade é administrada pelo prefeito Gil Carlos.

Segundo a portaria Nº 247/2019, publicada no Diário Oficial, o MPPI considerou notícia instaurada a partir da colheita de depoimentos de moradores da localidade "Lagoa da Serra", em São João do Piauí, mencionando dificuldade no abastecimento de água, sob o argumento de que foi construído com recursos públicos um poço artesiano, em propriedade privada e que o referido proprietário não vem permitindo o uso perene da água.

  • Foto:Divulgação/ AscomGil Carlos.Gil Carlos.

O órgão ministerial considerou também a expedição de dois ofícios à Prefeitura Municipal sem que tenha sido ofertado qualquer resposta sobre os fatos em apuração.

“Expeça nota recomendatória como forma de garantir do uso coletivo do poço perfurado com recursos públicos na localidade Lagoa da Serra. Após realização das diligências supra, retornem os autos conclusos para ulteriores deliberações”, determinou o representante do Ministério Público.

Outro lado

O Viagoraprocurou o gestor para falar sobre o assunto, mas até o final da matéria ele não foi localizado. O espaço permanece aberto para esclarecimentos.

Mais na Web