Piauí

Ministério Público faz inspeção no Hospital Regional de Piripiri

Os promotores que participaram da inspeção demonstraram reconhecimento pelas melhorias implementadas no hospital até o momento.
10/10/2020 12h43 - atualizado

O Ministério Público do Estado do Piauí, por meio do Grupo Regional de Promotorias de Justiça Integradas no Acompanhamento da Covid-19 em Piripiri, realizou uma inspeção virtual no Hospital Regional Chagas Rodrigues na última quarta-feira (7).

Participaram da atividade os promotores de Justiça Cláudia Seabra, coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Defesa da Saúde (CAODS), Nivaldo Ribeiro, Silvano Gustavo Nunes de Carvalho e Carlos Rogério Beserra da Silva, e contaram ainda com a contribuição de representantes do Conselho Regional de Enfermagem do Piauí (Coren/PI) e do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Crefito 14).

  • Foto: Divulgação/MPPIMPPI realiza inspeção virtual no Hospital Regional de PiripiriMPPI realiza inspeção virtual no Hospital Regional de Piripiri

Durante a fiscalização, a equipe médica mostrou à equipe vários setores da unidade de saúde, entre eles a ala com leitos destinados ao tratamento de pacientes com covid-19; a UTI geral, que conta com 10 leitos, sendo que 8 estão ocupados; a área de isolamento e a maternidade.

Foi constatado pelos promotores que houve aquisição de alguns equipamentos para ampliar a capacidade do laboratório, dois aparelhos móveis de raios X, ventiladores e monitores para estruturação dos leitos de UTI.

A direção do hospital relatou ainda que as cirurgias eletivas voltaram a ser realizadas em setembro, em média sete por semana, e que está tratando com a Sesapi para elevar esse índice. Os pacientes estão na fila de espera do sistema Hydra.

  • Foto: Divulgação/MPPIMPPI realiza inspeção virtual no Hospital Regional de PiripiriMPPI realiza inspeção virtual no Hospital Regional de Piripiri

Os representantes do MP, COREN e CREFITO demonstraram preocupação quanto ao possível fechamento definitivo dos serviços de fisioterapia prestados pelo Centro de Reabilitação. Nos registros da Prefeitura de Piripiri, existe uma lista de espera de centenas de pacientes que necessitam de atendimento de fisioterapia; portando, existe a necessidade de ampliação da capacidade de oferta e não de fechamento do serviço.

O promotor de Justiça Nivaldo Ribeiro expressou reconhecimento pelas melhorias implementadas no hospital até o momento, destacando a necessidade de correção das irregularidades que ainda persistem.

A direção do hospital e pela coordenadora do CAODS a importância da parceria dos promotores de Justiça integrantes do Grupo Regional, no acompanhamento e monitoramento das ações planejadas e implementadas, desde o início da pandemia.

“Essas inspeções virtuais têm sido um valioso e qualificado instrumento de monitoramento do funcionamento dos hospitais regionais. Observamos as condições estruturais, os fluxos de atendimento, os equipamentos disponíveis, as escalas dos profissionais e os protocolos de assistência.

  • Foto: Divulgação/MPPIMPPI realiza inspeção virtual no Hospital Regional de PiripiriMPPI realiza inspeção virtual no Hospital Regional de Piripiri

A coordenadora do CAODS, Cláudia Seabra, também homenageou aos profissionais de saúde, diante da concretização dos avanços na assistência do Hospital de Piripiri. “A parceria dos conselhos profissionais tem qualificado a atuação ministerial nesse trabalho. Atuar nessa área de relevância pública é uma luta permanente e continuada”, ressaltou Cláudia Seabra.

Mais na Web