Piauí

Ministério Público monitora situação dos aguapés do rio Poti em Teresina

Segundo o MPPI, o trabalho de controle contra a proliferação de aguapés no Rio Poti está sendo executado pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Teresina, a SEMAM.
  • EZEQUIEL ARAUJO
23/10/2021 10h55 - atualizado

Nessa sexta-feira (22), na capital, a 24ª promotoria de Justiça de Teresina com auxílio do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente (CAOMA) realizou inspeções a pontos do Rio Poti para checarem o cumprimento de acordo judicial sobre adoção de medidas imediatas contra a proliferação de aguapés no Rio Poti.

Entidades como Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SEMAM) e CTA também participaram das inspeções. Cerca de seis pontos foram vistoriados pelos órgãos.

  • Foto: Divulgação/MPPICerca de seis pontos foram vistoriados pelos órgãosCerca de seis pontos foram vistoriados pelos órgãos

A promotora de Justiça, Carmelina Moura, e a coordenadora do CAOMA, Áurea Madruga, acompanharam o trabalho da SEMDUH para evitar a proliferação dos aguapés ao longo do rio.

Segundo a coordenadora do CAOMA, Áurea Madruga, em situações como essas, que envolvem o meio ambiente e a preservação dele, se faz necessário a verificação no local. “Precisamos verificar e conhecer a realidade para se buscar soluções como um cronograma de tratamento quanto aos aguapés, para que o rio não sofra tamanha poluição”, declarou.

De acordo com informações do MPPI, as promotoras também visitaram o Parque Lagoas do Norte onde havia uma equipe realizando a limpeza de aguapés de lagoa. O material retirado é triturado, depois passa pelo processo de compostagem e é doado para hortas comunitárias.

  • Foto: Divulgação/MPPIProliferação de aguapés no Rio PotiProliferação de aguapés no Rio Poti

Ao longo da inspeção, outros problemas também foram evidenciados, como em um dos pontos visitados, foi analisada uma galeria próxima à ponte Juscelino Kubitschek que deveria ser usada apenas para o escoamento de água de chuva, mas que está sendo utilizada para despejar água de esgoto no rio.

  • Foto: Divulgação/MPPIGaleria próxima à ponte Juscelino KubitschekGaleria próxima à ponte Juscelino Kubitschek

Segundo o órgão ministerial, o trabalho de controle contra a proliferação de aguapés no Rio Poti está sendo executado pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Teresina, a SEMAM.

Mais na Web