Coronavírus no Piauí

Ministério Público quer medidas para evitar variante indiana no Piauí

A orientação para o estado é a adoção imediata de estratégias de saúde pública específicas, como a realização de barreiras sanitárias nos limites territoriais
25/05/2021 09h08 - atualizado

Nessa segunda-feira (24), o Ministério Público do Piauí por meio da 12ª Promotoria de Justiça de Teresina, expediu recomendação ao estado, para que por intermédio do secretário de Saúde, Florentino Neto, adote as providências necessárias para evitar a incidência da variante indiana da Covid-19, após a confirmação de casos no Maranhão.

De acordo com o MPPI, a orientação para o estado é a adoção imediata de estratégias de saúde pública específicas, como a realização de barreiras sanitárias nos limites territoriais e nos terminais de passageiros das rodoviárias e aeroportos, a realização de testagem de antígeno para tentar evitar a disseminação da variante indiana do novo coronavírus, a feitura de busca ativa quanto aos possíveis casos de contaminação dessa cepa.

O promotor de Justiça Eny Marcos Vieira Pontes, que assinou o documento, solicita que as autoridades estaduais, encaminhe à 12ª Promotoria de Justiça, todos comprovantes que demonstrem o acatamento da recomendação.

Ainda segundo o MP, os gestores têm o prazo de cinco dias, a contar do recebimento das orientações, para apresentar resposta acerca do acolhimento da recomendação e adverte que, a tomada de conhecimento das medidas é elemento de prova para o ajuizamento de ações cíveis ou criminais.

Mais na Web