Piauí

Motoristas de ônibus de Teresina entrarão em greve na segunda

A categoria está reivindicando por reajuste salarial e aumento da frota de ônibus na capital. Reuniões devem ser realizadas na tarde de hoje e também na manhã desta sexta-feira para discutir o assunto
31/01/2019 12h15 - atualizado

Uma nova greve de trabalhadores do sistema de transporte urbano de Teresina será iniciada nesta segunda-feira (04). As informações foram divulgadas pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Rodoviário do Estado do Piauí (Sintetro-PI).

De acordo com o sindicato, o movimento vai ser iniciado a partir das 00h, após decisão da categoria durante uma Assembleia Geral Extraordinária realizada na última terça-feira (29), que foi aprovada por unanimidade.

  • Foto: Sintetro-PIÔnibus

O presidente do sindicato, Fernando Feijão, disse que a categoria vem tentando dialogar com os empresários afim de obter o reajuste do salário de 8,5% para os trabalhadores, além do aumento da frota de ônibus que circula na cidade, mas a proposta da categoria não vem sendo aceita.

“Estamos buscando dialogar, mas não está sendo nada fácil a rejeição dos empresários para aceitar a nossa reivindicação de reajuste salarial de 8,5%, além de não apresentarem nenhuma proposta que venha a corresponder com o que a categoria merece, então se não há nenhum acordo vamos para a greve, acatando a vontade dos trabalhadores”, relatou o presidente.

Para o Sintetro “os empresários estão mostrando que não se preocupam nenhum pouco com os trabalhadores” além de afirmarem que não podem conceder o reajuste. Uma reunião com representantes da categoria e empresários foi marcada para ocorrer na manhã desta quinta-feira (31), mas acabou sendo adiada.

“Essa reunião foi mudada para amanhã de manhã porque os empresários irão se juntar com o prefeito hoje à tarde e amanhã iremos nos reunir novamente para decidir se não haverá greve, mas por enquanto está mantida”, declarou Fernando Feijão.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web