Piauí

MP expede recomendação ao secretário de Saúde Florentino Neto

Segundo o órgão ministerial, a medida é para que seja regularizada as cirurgias de cataratas realizadas pelo HGV.
  • LUCAS KLISMAN
12/11/2019 15h30 - atualizado

O Ministério Público do Estado do Piauí, através da 12ª Promotoria de Justiça de Teresina, expediu uma recomendação administrativa ao secretário de Estado da Saúde, Florentino Alves Veras Neto, ao presidente da Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares (FEPISERH), Welton Luis Bandeira de Sousa, e ao diretor-geral do Hospital Getúlio Vargas (HGV), Gilberto Albuquerque.

Segundo o MPPI, a medida é para que sejam regularizadas as cirurgias de cataratas realizadas pelo HGV.

De acordo com o órgão ministerial, a recomendação foi realizada após uma denúncia sobre a demora na fila de espera para cirurgias de cataratas. De acordo com o Hospital Getúlio Vargas, a lentidão na realização das cirurgias se dá pela falta de insumos, como lentes intraoculares, injetores e bisturis descartáveis. 

  • Foto: Divulgação/Governo do EstadoHGV realiza mutirão cirúrgico nesta quinta-feira (15).Hospital Getúlio Vargas (HGV).
  • Por se tratarem de medidas urgentes, o Ministério público do Piauí recomendou ao HGV, que é referência no estado e possui serviços de ambulatório e internações na Clínica Oftalmológica com 12 leitos, que apresente o cronograma para o atendimento dos pacientes que estão aguardando a cirurgia de catarata, e quais medidas serão tomadas para o cumprimento da recomendação.
  • Foto: Lucas Dias/GP1Secretário Florentino Neto.Secretário Florentino Neto.
  • O MPPI afirmou ainda que, em maio deste ano, o Hospital Getúlio Vargas publicou a abertura de novas salas de cirurgias e a melhoria nas salas que já existiam, e que foram repassados ao HGV pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) o valor de R$ 5 milhões vindos de Emenda Parlamentar.  Caso o HGV não realize o pedido do órgão ministerial, poderá acarretar em ação judicial por improbidade administrativa.

Mais na Web