Piauí

MP instaura inquérito para investigar prefeito Raimundo Alves

O procedimento foi instaurado pelo promotor Márcio Giorgi Carcará Rocha em face do prefeito de Piracuruca.
21/02/2020 06h45 - atualizado

O promotor Márcio Giorgi Carcará Rocha instaurou inquérito civil em face do Prefeito Municipal de Piracuruca, Raimundo Alves Filho, para apurar possível número incerto de contratados, a título precário, ocupando irregularmente vagas para o cargo de enfermeiro que deveriam ser preenchidas pelos habilitados no concurso público.

Segundo a portaria Nº 30/2020, publicada no Diário Oficial, o MPPI considerou que ocorrerá em improbidade administrativa se o agente público admite pessoal, dolosamente, nos quadros da Administração Pública para o exercício de função de cargo ou emprego efetivo e que também não seja a hipótese de contratação temporária mediante processo seletivo.

  • Foto: DivulgaçãoPrefeito Raimundo AlvesPrefeito Raimundo Alves

De acordo com o órgão ministerial, o fato merece maiores apurações e acompanhamento, havendo necessidade de diligências que devem prosseguir no âmbito de um inquérito civil.

“Seja remetida cópia da portaria ao Centro de Apoio Operacional ao Combate à Corrupção - CACOP, para conhecimento; comunique-se, preferencialmente por via eletrônica, ao Conselho Superior do Ministério Público do Estado do Piauí acerca da referida conversão, encaminhada cópia da presente Portaria”, determinou o representante do Ministério Público do Piauí.

Outro lado

O gestor não foi localizado para falar sobre o assunto até o fechamento da matéria.

Mais na Web