Piauí

MP investiga Joan Rocha por atraso salarial de servidores

A promotora Ana Sobreiro Botelho instaurou inquérito em face do prefeito de Canavieira para apurar o atraso de salários dos servidores da educação.
19/08/2019 06h15 - atualizado

O Ministério Público do Piauí através da promotora Ana Sobreiro Botelho instaurou inquérito civil em face do prefeito de Canavieira Joan Rocha, par apurar atraso salarial e abono de férias dos servidores públicos da educação do município.

De acordo com a portaria nº 10/2019, publicada no Diário Oficial, o MPPI considerou que foi encaminhado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica Pública do Piauí -SINTE -PI - Regional de Floriano, representação acerca de atraso salarial dos servidores de Canavieira.

  • Foto: Hélio Alef/ViagoraMinistério Público do PiauíMinistério Público do Piauí

Segundo o órgão ministerial, o inquérito vai apurar elementos de veracidade e comprovação dos fatos tratados.

"Oficie-se o Município de Canavieira, através de seu Prefeito Municipal, para que, no prazo de 10 (dez) dias úteis, preste informações acerca da representação formulada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica Pública do Piauí -SINTE PI Regional de Floriano, apresentando as providências tomadas para solução do problema e os respectivos documentos comprobatórios”, determinou a representante do Ministério Público.

Outro lado

Viagora procurou o gestor para falar sobre o assunto, mas até o fechamento da matéria ele nao foi localizado. O espaço está aberto para esclarecimentos.

Mais na Web