Piauí

MPF investiga mau uso de recursos federais em Lagoa Alegre

A portaria foi assinada no dia 08 de novembro de 2017, procurador da República Tranvanvan da Silva Feitosa.
  • RAYANE TRAJANO
10/11/2017 12h28

O Ministério Público Federal, através do procurador da República Tranvanvan da Silva Feitosa, abriu um inquérito civil para investigar possíveis irregularidades na aplicação de recursos federais no município de Lagoa Alegre. A portaria foi assinada no dia 08 de novembro de 2017.

  • Foto: Isabela de Meneses/ViagoraSede do Ministério Público Federal no PiauíSede do Ministério Público Federal no Piauí

Os repasses foram recebidos pelo município através do Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (PNATE), no exercício financeiro de 2011, vinculado ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Já havia uma Notícia de Fato, registrada na Procuradoria da República no Piauí, relatando indícios de ilegalidades no uso do dinheiro. Assim, o procurador resolver converter em inquérito civil para dar continuidade às investigações. 

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web