Política

“Muita coisa tá sendo descumprida”, diz Dudu sobre o transporte

Segundo o presidente da CPI, o depoimento do empresário da Emvipi trouxe “luz” a questões que antes não eram de conhecimento do público.
20/05/2021 17h00 - atualizado

Após o primeiro depoimento de representantes das empresas de ônibus de Teresina na CPI do Transporte na manhã desta quinta-feira (20), o vereador Dudu (PT), presidente da comissão, comentou que os depoimentos têm sido esclarecedores para a solução do problema e que é possível constatar que muitas coisas da licitação vêm sendo descumpridas ao longo dos anos.

Segundo o vereador, o depoimento do empresário da Emvipi trouxe “luz” a questões que antes não eram de conhecimento do público. Dudu comenta que o empresário afirma que a atual situação do transporte se dá pela falta de pagamento da Prefeitura de Teresina, mas ressalta que o próprio empresário afirmou que alguns termos da licitação não foram cumpridos.

  • Foto: Luís Marcos/ ViagoraVereador Dudu (PT)Vereador Dudu (PT)

“O que o depoente aqui, representante da empresa Emvipi, colocou pra CPI foram dados importantes. E ele, inclusive, trouxe aqui muitas questões à luz, antes sem ter essas questões trazidas a público. Colocou aqui que o sistema está aí parado, ruim, capengando, por falta dos pagamentos, mas ele próprio disse aqui de que as empresas descumpriam parte do edital que eles se comprometeram ao assinarem, como a realização de melhoria, de sistema, de condições contratuais”, disse Dudu.

Segundo o presidente da CPI, ele vai cobrar quais foram as garantias reais que as empresas apresentaram ao assisarem a licitação, já que alegam que sem receberem dinheiro público não conseguem cumprir com os termos do acordo.

“E eles disseram que só podem investir se tiver o dinheiro público. Quando se assinou essa licitação, não se disseram lá, você apresentou garantias reais, eu vou cobrar isso também do edital. Quais foram as garantias reais que essas empresas deram, inclusive, com a condição técnica e financeira para executar o edital, porque tem muita coisa do edital que tá sendo descumprida ao longo dos seis anos. Essa é a impressão que o empresário deixou aqui, descumprimento da licitação”, afirma Dudu.

Mais na Web