Geral

Mulher não identificada causa princípio de incêndio e explosão em hospital

O Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela, totalmente às escuras.
    15/08/2012 07h03

    Uma moradora de rua deixou o único hospital especializado em doenças infectocontagiosas do Piauí, o Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela, totalmente às escuras. O problema aconteceu na tarde desta terça-feira (14) no centro de Teresina, capital do Estado.

    Imagem: ReproduçãoInstituto de Doenças Tropicais Natan Portela.(Imagem:Reprodução)Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela.

    A mulher ainda não identificada teve acesso a um corredor externo do Natan Portela e ateou fogo em algumas caixas de papelão. O calor emitido pelo material e as chamas atingiram um quadro de passagem de energia e alguns fios. Houve uma forte explosão seguida por um apagão elétrico que afetou todos os setores do hospital.

    Operários que trabalham em uma obra no hospital viram o momento em que a moradora de rua iniciou o fogo. "A gente viu quando a mulher entrou e queimou uns papelões. Depois da explosão, ela saiu caminhando normal, sem pressa", relata um dos trabalhadores.
    Imagem: ReproduçãoCorpo de bombeiro no local.(Imagem:Reprodução)Corpo de bombeiro no local.

    Quem estava no interior do HDIC ficou assustado. Natural de Picos, Fátima Maria Leal acompanha a internação do marido. Ela estava no leito, ao lado do paciente, quando escutou o forte barulho. "A gente ouviu a explosão e no instante seguinte todas as luzes apagaram", relata.

    Acionado, o Corpo de Bombeiros chegou rápido ao local e conteve as chamas. O major José Veloso diz que as causas do fogo e da explosão precisam ser investigadas tecnicamente. O caso será apurado pela Perícia Criminal da Polícia Civil. A direção do hospital registrou Boletim de Ocorrência no 1º Distrito Policial.

    Em nota, o hospital não cita a ação da moradora de rua e informa que "um curto circuito em uma caixa de passagem de energia (...) causou um principio de incêndio". O problema não causou "prejuízos materiais à unidade de saúde. Ninguém ficou ferido". Enquanto o fornecimento de energia não foi normalizado, o hospital funcionou a base de motores geradores.

    O Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela tem capacidade para 145 internações simultâneas.

    Mais na Web