Piauí

Mulheres representam mais de 70% da equipe de PPPs do Piauí

Com maioria feminina, equipe da Superintendência de Parcerias e Concessões já conseguiu contratar mais de R$ 2 bilhões em investimentos no Piauí.
08/03/2021 11h44 - atualizado

Em homenagem às trabalhadoras que protestavam por melhores salários e condições de emprego ao redor do mundo no começo do século XX, no dia 8 de março se comemora o Dia Internacional da Mulher.

A Superintendência de Parcerias e Concessões (Suparc) do Piauí, como forma de celebrar a luta e o poder da mulher, lembra e reforça o compromisso com a igualdade de gênero na gestão pública.

  • Foto: Divulgação/Governo do PiauíA Suparc reforça o compromisso com a igualdade de gênero na gestão pública.A Suparc reforça o compromisso com a igualdade de gênero na gestão pública.

Atualmente, as mulheres representam mais de 70% dos profissionais da Suparc: são 18 mulheres e 4 homens na equipe. Esse é um número bastante significativo, levando em conta que, de acordo com dados do Pnad e IBGE, as mulheres correspondem a maior parte da população fora da força de trabalho (entre trabalhos formais e informais) em todas as regiões do país, o equivalente a 64,7% dos inativos na média nacional.

Entre população desempregada, elas também são maioria: 53,8%. O índice de ocupação dos homens foi estimado em 65%, enquanto o das mulheres ficou em 46,2%.

Mais do que apenas a presença feminina, as mulheres ocupam altos cargos hierárquicos na Suparc, a exemplo da superintendente do órgão, Viviane Moura. Ela destaca a importância da representatividade no setor de infraestrutura.

“Os estereótipos fazem com que algumas profissões sejam associadas tradicionalmente ao homem ou à mulher. Ocupações técnicas e de alto grau de complexidade são, tradicionalmente, associadas aos homens. No âmbito da administração pública, o percentual de mulheres ocupando cargos referentes à economia e infraestrutura é bem menor do que o de homens. Precisamos mudar essa realidade e liderar pelo exemplo”, destacou a gestora.

A Suparc se destaca por possuir mulheres liderando atividades como gestão de contratos e licitações, cargos que costumam ser ocupados por homens. “É um ambiente muito dinâmico e um aprendizado diário. Sou grata pela oportunidade e faço meu serviço com muita satisfação e muito entusiasmo. É muito gratificante trabalhar com entrega de serviços”, ressaltou a diretora de Licitações do Programa de PPPs, Justina Vale.

Inclusão de gênero

Em apenas cinco anos de existência, o Programa de PPPs já soma mais de R$ 2 bilhões em investimentos com os contratos firmados. São mais de 40 projetos na carteira e conquistas como a universalização do abastecimento de água, por meio da concessão da Águas de Teresina; aumento da cobertura de internet no estado por meio da PPP com a Piauí Conectado; e o reconhecimento da ONU que selecionou a Nova Ceasa como um dos melhores projetos do mundo duas vezes.

O edital da PPP de concessão da Rodovia Transcerrados, a primeira licitação do Piauí na Bolsa de Valores, foi totalmente preparado por mulheres.

“Somos uma equipe pequena, enxuta. São apenas 22 pessoas que, trabalhando em conjunto, conseguem gerar muita receita e encomia para o Estado, por meio dos contratos de PPP. E mais do que isso, é uma prestação de serviço que realmente transforma a vida das pessoas. Nos orgulhamos muito do trabalho que fazemos”, comenta Viviane Moura.

Além de valorizar a força feminina dentro do próprio órgão, o Programa de PPP também busca colocar em prática diversas iniciativas de inclusão de gênero. É o caso do convênio assinado com o Infra Women Brazil (IWB), grupo sem fins lucrativos dedicado à promoção e incentivo da presença de mulheres nos setores público e privado do mercado de infraestrutura, para avaliar a presença feminina nas concessionárias de serviços públicos.

O Piauí é o único estado no Brasil com protocolo em execução nessa vertente. No âmbito desse convênio, duas iniciativas estão inseridas como projetos piloto: a da Nova Ceasa e o Piauí Conectado.

As concessionárias serão avaliadas com relação a pilares estratégicos que incluem as políticas de recrutamento e contratação, não só da própria empresa, mas também das que prestarem serviços terceirizados; política de divulgação e transparência; incentivos à capacitação e ascensão das mulheres na hierarquia da empresa.

Ao longo da semana, a equipe feminina da Suparc será apresentada no Instagram @ppppiaui.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web