Geral

Municípios da IV Coordenação Regional de Saúde do Piauí discutem pactuação 2012

A reunião foi conduzida pelo o coordenador, onde orientou sobre os indicadores mostrando as metas pactuadas pelo Ministério da Saúde.
    15/08/2012 09h06

    A IV Coordenação Regional de Saúde do Piauí realizou, nesta terça-feira, 14, uma reunião sobre o Processo de Pactuação 2012 - prioridades, objetivos, metas, indicadores de monitoramento e avaliação do Pacto pela Saúde. O evento aconteceu no auditório da regional, com a participação de 27 municípios jurisdicionados.

    A reunião foi conduzida pelo o coordenador da IV CRS, Vinícius Oliveira, onde orientou os municípios sobre os indicadores do Pacto 2012 mostrando aos técnicos e gestores, as metas pactuadas pelo Ministério da Saúde. Também foram apresentados os cálculos para que as meta acordadas sejam alcançadas.

    Na oportunidade Vinícius, explicou, aos participantes sobre como cadastrar, através da internet, os principais indicadores dos processos implantados pelo Ministério da Saúde, via secretaria estadual. “O objetivo é programar metas físicas e financeiras de ações e serviços de Atenção Básica, Vigilância em Saúde, conforme as novas mudanças no sistema, a fim de otimizar a prestação dos serviços de todos os municípios”, destacou.

    Ao todo são 30 metas a serem acordadas, que envolvem escovação dental supervisionada, cobertura de atenção básica à saúde, número de óbitos maternos, cobertura vacinal tetravalente e outros.

    Na oportunidade os participantes foram informados sobre as mudanças do Pacto da Saúde para este ano. Uma das mudanças foi a “Cobertura de Atenção Básica” que até o ano de 2011 tinha como indicador apenas à “Cobertura de Estratégia de Saúde da Família”, mas a partir de 2012 deverá incluir no cálculo também as “Unidades Convencionais”.

    “Estamos passando por um processo de transição. De um Pacto pela Saúde por um Pacto Interfederativo, o Contrato Organizativo de Ação Pública (COAP). Ele está em estruturação e deve começar vigorar a partir de 2013”, explicou a enfermeira da IV CRS, Daniele Cronemberger.

    A referência técnica do Pacto pela Saúde do município de Olho D’água, Ivina Resende, considera a pactuação uma maneira de incentivar a melhoraria dos serviços de saúde. “Eu achei interessante. Mudou algumas metas. Entraram outras. Outras modificaram. É bom este planejamento. É um incentivo para o município melhorar o Sistema Único de Saúde”, finalizou.


    Mais na Web