Política

“O Ciro está desesperado pelo cofre da prefeitura”, diz Robert Rios

Em entrevista ao Viagora, o candidato a vice-prefeito de Teresina falou sobre suas impressões para o 2º turno, busca por apoios e fez duras críticas ao senador Ciro Nogueira.
18/11/2020 13h00 - atualizado

Os candidatos a prefeito de Teresina que disputarão o 2º turno das eleições municipais na capital, Dr. Pessoa (MDB) e Kleber Montezuma (PSDB), retomaram suas ações de campanha e buscam apoio de partidos e lideranças às suas candidaturas.

Nessa terça-feira, 17 de novembro, o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), anunciou apoio à chapa composta pelo MDB e o seu vice, o ex-deputado Robert Rios (PSB).

O Viagora conversou com Robert, que comentou sobre a busca por apoios, suas impressões para o 2º turno e fez duras críticas ao senador Ciro Nogueira (Progressistas), apoiador da candidatura de Kleber e responsável pela indicação do vice na chapa, R. Silva (Progressistas).

“Se você me diz que vai votar em mim, aí eu digo que não quero o voto, como que você me julgaria? Como um cara prepotente, arrogante, orgulhoso e mal educado. Se Deus mandar eu escolher entre perder a eleição ou fazer acordos para me desmoralizar no futuro, eu quero perder a eleição. Imagine agora no 2º turno, pegar o plano para a prefeitura e começar a lotear. Fulano de tal vem apoiar e leva isso, fulano de tal vem apoiar e leva aquilo. Esse tipo de acordo não parece com Dr. Pessoa e com Robert Rios. Nós temos um projeto para Teresina. Quem quiser apoiar esse projeto, nós não vamos mudar e não aceitamos projeto de ninguém, é o mesmo projeto que apresentamos no 1º turno”, comentou.

  • Foto: Kelvyn Coutinho/ViagoraEx-deputado Robert Rios em entrevista ao Viagora.Candidato a vice-prefeito de Teresina, Robert Rios (PSB).

O ex-deputado acusou o senador Ciro Nogueira de apoiar a candidatura de Kleber Montezuma apenas para angariar votos e recursos para disputar o comando do Governo do Estado em 2022.

“Quem são os nossos adversários? De um lado estão Ciro e Firmino brigando pela prefeitura, porque o Ciro precisa do cofre da Prefeitura de Teresina para ganhar o Governo do Estado em 2022. O Ciro não é uma pessoa envolvida, ele é atolado, sufocado na Lava Jato. O Firmino já foi denunciado. Eu e o Pessoa não nos tornaremos isso, não seremos envolvidos com Lava Jato”.

“O Ciro está desesperado, porque é o único caminho que ele tem para chegar ao Governo do Estado. Ele quer chegar ao cofre da prefeitura, para via prefeitura chegar ao cofre do Estado. Esse não é um projeto político, é um projeto de dominação pela corrupção. O que estão fazendo é a maior distribuição de dinheiro, chamando lideranças, chamando todo mundo. E nós não vamos cair nessa. Eu estou andando com o Pessoa nas ruas e vendo o povo entusiasmado, efervescido, o povo de Teresina quer a mudança. Teresina virou a cidade da fome, da miséria, o povo está desempregado, passando fome, e nós não vamos nos vender, porque o nosso compromisso é com esse povo”, disse.

Para Robert, a disputa no 2º turno será bastante acirrada e que a chapa adversária está criando “fake news” sobre Dr. Pessoa.

“Esse 2º turno vai ser acirrado. Milicianos e fake news contratados pelo Firmino. Eu e o Pessoa temos disposição, temos nome, eles não podem nunca dizer que o Pessoa é corrupto, que o Robert é corrupto. Então eles dizem que o Pessoa está com o Wellington Dias, que é o Wellington Dias, onde é que nós estamos com o Wellington? Eles não têm como chamar o Pessoa de corrupto e ficam criando fake news. Quem vai governar a prefeitura no nosso mandato é o povo”, declarou.

Questionado sobre a fala do prefeito Firmino Filho (PSDB), de que o apoio do governador Wellington Dias queimaria a imagem de Dr. Pessoa, Robert foi enfático: “Se o Ciro, que é assaltante profissional, conhecido internacionalmente pela Lava Jato, não está queimando ele, como que o Wellington queima o Pessoa?”, disparou.

Mais na Web