Piauí

Ônibus voltarão a circular em Teresina com a frota reduzida

O Sintetro aceitou a proposta do Ministério Público do Trabalho (MPT) e o transporte público será retomado em 70% da frota que rodava antes da greve.
02/07/2020 11h21 - atualizado

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários do Estado do Piauí (Sintetro), depois de 50 dias de greve, aceitou a proposta feita pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e os ônibus voltarão a circular em Teresina, com frota reduzida, até a próxima segunda-feira (6).

Conforme citado na proposta, o transporte público será retomado em 70% no horário de pico e 30% nos demais horários, referentes à quantidade de ônibus que estavam circulando antes da greve, quando já perdurava a redução determinada pelo prefeito Firmino Filho para o período de isolamento social.

  • Foto: Divulgação/Prefeitura de TeresinaStrans fará alterações na frota dos ônibus durante o CarnavalÔnibus voltarão a circular em Teresina após proposta do Ministério Público do Trabalho (MPT).

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) determinará os horários que os ônibus devem circular, através de ordens de serviço, sendo que a frota deve estar nas ruas por, pelo menos, três horas pela manhã, e três horas nos turnos da tarde e noite. Nos sábados, a frota deve circular até às 14h.

“A decisão atende a Lei de Greve, que garante a prestação de serviços indispensáveis ao atendimento das necessidades da comunidade”, afirmou o procurador regional do Trabalho João Batista.

Enquanto durar a greve, a Strans vai poder continuar com o cadastro de veículos alternativos para a complementação do serviço de transporte coletivo urbano da capital piauiense.

Mais na Web