Polícia

Operação desarticula quadrilha de extração ilegal de madeira em vários municípios do Piauí

Três pessoas foram presas acusadas de crime ambiental.
    17/09/2012 09h33

    Uma operação conjunta realizada pela Polícia Rodoviária Federal e Secretaria de Estado de Meio Ambiente, durante o período de 14 a 16 deste mês, desbaratou uma quadrilha de extração ilegal de aroeira, madeira originária da árvore de mesmo nome, considerada em extinção neste estado.

    A operação teve lugar em municípios do sul do Piauí, entre Júlio Borges e Avelino Lopes, passando por Curimatá. Três pessoas foram presas acusadas de crime ambiental. Duas delas tidas como agenciadoras e uma responsável pela logística de extração.

    Os acusados são responsáveis pela retirada de 20 caminhões/mês deste tipo de madeira do solo piauiense. Este volume de madeira corresponde à destruição de 1500 árvores de aroeira. O carregamento e mandado para os Estados Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Goiás e Bahia,

    Na operação foram apreendidas 1.500 toras de madeira que foram doadas ao Parque Zoobotânico em Teresina para aproveitamento em sua infra-estrutura. Este material será descarregado nesta segunda-feira (17), às 9h30 da manhã, no Parque Zoobotânico de Teresina.

    Mais na Web