Polícia

Operação Impacto prende acusados de homicídio e estupro no Piauí

Segundo o delegado Matheus Zanatta, até o momento foram cumpridos cerca de 25 mandados de prisão em diversas cidades do Piauí.
02/09/2020 13h05 - atualizado

Na manhã desta quarta-feira, 2 de setembro, a Polícia Civil do Piauí deflagrou a Operação Impacto, que tem como objetivo cumprir mandados de prisão em aberto contra foragidos da Justiça. A operação conta com apoio operacional da Polícia Militar.

De acordo com o delegado Matheus Zanatta, coordenador da Gerência de Polícia Especializada (GPE), a operação cumpre mandados em Teresina e em diversas cidades do interior.

“Essa já é a quarta edição da Operação Impacto e está sendo feita em todo o estado do Piauí, pelas delegacias especializadas, distritais e do interior. Essa operação visa cumprir mandados de prisão contra foragidos, a princípio por crimes graves. A primeira parcial que nós temos já consta 25 prisões, prisões que ocorreram de Norte a Sul do estado. Somente em Parnaíba, nós tivemos 13 mandados cumpridos. Também tivemos prisões em Uruçuí, Água Branca, Esperantina, José de Freitas, Corrente e em outras localidades”, comentou.

  • Foto: Luis Marcos/ViagoraDelegado Matheus Zanatta, coordenador da GPE.Delegado Matheus Zanatta, coordenador da GPE.

O delegado afirmou que os mandados cumpridos foram expedidos principalmente pela Justiça piauiense, mas que mandados expedidos em outros estados também serão cumpridos no contexto da operação.

“A princípio, são foragidos da Justiça do Piauí. Nós também temos alguns foragidos de outros estados, mas inicialmente a maioria dos presos são foragidos do Piauí, ou seja, mandados expedidos no Piauí”, disse.

Matheus Zanatta comentou que o foco da operação são indivíduos indiciados por crimes graves. “Nós temos mandados cumpridos desde violência doméstica, roubo, latrocínio, estupro e furto. A princípio, a maioria dos mandados são por crimes graves. Temos também prisões por homicídio. O tempo que essas pessoas estavam foragidas varia, temos foragidos há dois meses até dois anos”, relatou.

O coordenador da GPE informou ainda que mais edições da operação serão realizadas ao longo dos próximos meses.

“Essa edição vai se estender por todo o dia de hoje e encerra às 18h. Nós já estamos programando para fazer mais edições dessa operação, que visa diminuir o índice de criminalidade no estado do Piauí. Com esse trabalho que nós estamos realizando, de cumprimento de mandados, nós vamos ter com certeza uma diminuição no número de homicídios, de roubos. Essas pessoas que estão sendo presas são costumazes violadoras da lei, ou seja, que cometeram os crimes mais de uma vez”, finalizou.

Mais na Web