Polícia

Padrasto é suspeito de quebrar braço de bebê na zona Norte de Teresina

Segundo a PM, outra criança de 4 anos também foi agredida, quando a mãe teve que levar o filho no hospital.
13/04/2021 09h25 - atualizado

Na noite dessa segunda-feira (12), um bebê de apenas 8 meses e uma criança de 4 anos foram agredidos dentro de casa, enquanto a mãe estava ausente, na Vila Dilma Rousseff, zona norte de Teresina.

Segundo a Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, uma equipe de policiais foi acionada a informação de que um homem havia agredido duas crianças e que populares tentaram linchá-lo, porém, ele conseguiu fugir. O suspeito é o padrasto identificado como Hélio.

A vítima de 8 meses e iniciais A. V. F. da S, teria sido agredido ainda no último domingo (11), enquanto a mãe havia saído de casa. Ao se deparar com o bebê com o braço machucado, a genitora, Adriele, levou o filho ao hospital e deixou os outros dois, de 4 e 6 anos com o padrasto, porém, as agressões se repetiram. Dessa vez, a criança de 4 anos, de iniciais E. V. R. da S, foi agredida no olho esquerdo.

Equipes da Força Tática do 13º Batalhão da Polícia Militar, iniciaram as buscas ainda nessa segunda-feira (12) e até a manhã desta terça-feira (13) o padastro não havia sido localizado.

De acordo com o Conselho Tutelar da zona Norte, as denúncias sobre as agressões só chegaram na noite dessa segunda (12), mas que todas as providências necessárias já estão sendo tomadas e que as crianças já estão protegidas do agressor.

Mais na Web