Piauí

Padre Walmir é cobrado por não repassar verba para hemodiálise

Segundo a vice-presidente da Associação dos Pacientes Renais do Piauí, a Secretaria de Saúde de Picos há dois meses não faz o repasse de verba para as clínicas que fazem o tratamento.
04/12/2020 18h00

Na manhã desta sexta-feira (04), pacientes de clínicas que realizam o procedimento de hemodiálise, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) na cidade de Picos, protestaram em frente a Secretaria Municipal de Saúde devido ao atraso no repasse da verba destinada para custear o tratamento.

Segundo a vice-presidente da Associação dos Pacientes Renais do Estado do Piauí, Jocélia Ciríaco, nessa quinta-feira (03) os pacientes já haviam realizado uma manifestação no local, e divido a isso a Secretaria Municipal de Saúde de Picos realizou o pagamento do valor que estava em atraso referente ao mês de setembro para uma das clínicas que prestam o tratamento.

  • Foto: Antônio RochaPacientes protestam contra atraso no repasse de verba em PicosPacientes protestam contra atraso no repasse de verba em Picos

Conforme informações, caso o repasse da verba não seja feito, cerca de 411 pacientes da região podem ficar sem o tratamento de hemodiálise. O pagamento realizado nessa quinta-feira comtemplou o valor em atraso do mês de setembro de uma clínica, que ainda permanece com débito referente ao mês de outubro. Já a outra clínica, está com os meses de setembro e outubro em atraso.

 De acordo com a vice-presidente da Associação dos Pacientes Renais, a secretária de Saúde, Claudineya Barbosa, havia marcada uma reunião com os pacientes, mas a reunião não foi realizada.

Ainda conforme Jocélia Ciríaco, o dinheiro enviado pelo Ministério da Saúde já foi repassado à Prefeitura de Picos, porém a gestão não fez o repasse às clínicas.

Outro lado

O Viagora procurou o prefeito para falar sobre o assunto, mas até o fechamento da matéria o gestor não foi localizado.

Com informações do portal Picos 40 Graus

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web