Coronavírus no Piauí

Pessoas com deficiência de 60 anos podem agendar vacina em Teresina

No momento da vacinação devem ser apresentados o CPF ou cartão nacional do SUS; comprovante de residência da cidade de Teresina
23/03/2021 12h50 - atualizado

O agendamento da vacinação contra a Covid-19 para as pessoas com deficiência com 60 anos de idade ou mais e que também sejam portadoras de comorbidades, está disponível.

A informação foi confirmada nesta terça-feira (23) pela Fundação Municipal de Saúde (FMS). O agendamento é realizado pelo site http://vacinaja.fms.pmt.pi.gov.br/, onde é escolhida a Unidade Básica de Saúde para receber a vacina ou escolher a opção acamado para receber a dose em casa.

  • Foto: Luís Marcos/ Viagora2ª dose da vacina contra a COVID-19 em TeresinaVacina contra a COVID-19 em Teresina

Segundo o Instrutivo Normativo da FMS, são considerados com deficiência permanente aqueles que apresentem uma ou mais das seguintes limitações: Limitação motora que cause grande dificuldade ou incapacidade para andar ou subir escadas, pessoas com grande dificuldade ou incapacidade de ouvir mesmo com uso de aparelho auditivo, pessoas com grande dificuldade ou incapacidade de enxergar mesmo com uso de óculos, pessoas com alguma deficiência intelectual permanente que limite as suas atividades habituais, como trabalhar.

No momento da vacinação devem ser apresentados o CPF ou cartão nacional do SUS; comprovante de residência da cidade de Teresina; documento que comprove a comorbidade associada; carteira de deficiente ou laudo que comprove a deficiência.

De acordo com a integrante da coordenação da campanha de vacinação da Covid-19, Emanuelle Dias, existem 36 mil pessoas em Teresina com deficiência. Ela explicou ainda que a capital piauiense não recebeu doses suficientes para todos e foi priorizado o público de 60 anos ou mais com deficiência.

“A FMS não recebeu doses suficientes para todas as pessoas e foi priorizado o público com 60 anos ou mais e que apresente laudo que comprova a deficiência, laudo da comorbidade e a idade”, explicou.

Mais na Web