Geral

PF prende quatro suspeitos de invasão do celular de Sergio Moro

De acordo com a PF, foram cumpridas onze ordens judiciais, sendo sete Mandados de Busca e Apreensão e quatro Mandados de Prisão Temporária em São Paulo.
  • DA REDAÇÃO
23/07/2019 17h32 - atualizado

Na manhã desta terça-feira (23), a Polícia Federal deflagrou a Operação spoofing com o objetivo de desarticular organização criminosa que praticava crimes cibernéticos.

De acordo com informações da PF, foram cumpridas onze ordens judiciais, sendo sete Mandados de Busca e Apreensão e quatro Mandados de Prisão Temporária, nas cidades de São Paulo/SP, Araraquara/SP e Ribeirão Preto/SP.

Segundo informaçõs do G1, os alvos são suspeitos de envolvimento na invasão de celulares do ministro Sergio Moro (Justiça). As prisões e buscas são de supostos hackers ou de pessoas que teriam atuado com eles.

A Polícia Federal já instaurou quatro inquéritos para investigar o vazamento de mensagens do celular do ministro da Justiça. Existe a suspeita de que a invasão do celular do ministro Moro tenha sido planejada, informou o G1.

Confira nota divulgada pela Polícia Federal:

Brasília/DF – A Polícia Federal deflagrou, na manhã de hoje (23/07), a Operação spoofing com o objetivo de desarticular organização criminosa que praticava crimes cibernéticos.

Foram cumpridas onze ordens judiciais, sendo sete Mandados de Busca e Apreensão e quatro Mandados de Prisão Temporária, nas cidades de São Paulo/SP, Araraquara/SP e Ribeirão Preto/SP.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web