Saúde

Pfizer irá testar vacina em crianças com menos de 12 anos

A vacina, desenvolvida em parceria com a empresa alemã BioNTech, foi autorizada para uso em crianças com 12 anos ou mais na Europa, nos Estados Unidos e no Canadá.
09/06/2021 08h28 - atualizado

Nessa terça-feira (08), a Pfizer anunciou que pretende começar a testar sua vacina contra a covid-19 em um grupo maior de crianças com menos de 12 anos, após selecionar uma dose menor da vacina em um estágio mais inicial do estudo.

Conforme a empresa, a pesquisa vai envolver até 4.500 crianças em mais de 90 clínicas nos Estados Unidos, na Finlândia, Polônia e Espanha.

  • Foto: Divulgação/Governo do PiauíVacinas da Pfizer.Vacinas da Pfizer

Considerando segurança, tolerância e a resposta imunológica gerada por 144 crianças em um estudo de fase 1 da vacina de duas doses, a Pfizer disse que irá testar uma dose de 10 microgramas em crianças com idades entre 5 e 11 anos, e de 3 microgramas para o grupo etário entre 6 meses e 5 anos de idade. 

A Pfizer afirmou que a farmacêutica espera os dados para o grupo entre 5 e 11 anos em setembro e que provavelmente solicitará às agências reguladoras a autorização para uso emergencial no mesmo mês. Os dados para crianças entre 2 e 5 anos de idade podem chegar logo depois. A expectativa é ter os dados para o grupo entre 6 meses e 2 anos entre outubro e novembro. 

A vacina, desenvolvida em parceria com a empresa alemã BioNTech, foi autorizada para uso em crianças com 12 anos ou mais na Europa, nos Estados Unidos e no Canadá. Elas recebem a mesma dose que os adultos: 30 microgramas. 

Quase 7 milhões de adolescentes receberam ao menos a primeira dose da vacina nos Estados Unidos, de acordo com o Centro para Controle e Prevenção de Doenças do país.

Com informações da Agência Brasil.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web