Coronavírus no Piauí

Piauí chega a 1.581 óbitos e 64.595 casos confirmados da Covid-19

Segundo a Sesapi, dos 933 novos casos confirmados da doença, 515 são mulheres e 418 homens, com idades que variam de um mês a 96 anos.
13/08/2020 20h19

Nas últimas 24 horas foram registrados, no Piauí, 933 casos confirmados e 16 óbitos pelo novo coronavírus, segundo os dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde, na noite desta quinta-feira (13).

Segundo a Sesapi, dos 933 casos confirmados da doença, 515 são mulheres e 418 homens, com idades que variam de um mês a 96 anos. 

Conforme a Sesapi, quatro mulheres e 12 homens não resistiram às complicações do novo coronavírus. Elas eram naturais das cidades de Luís Correia (82 anos), Pajeú do Piauí  (65 anos), Teresina (80 anos) e Valença (91 anos). Já eles eram de Aroazes (77 anos), Campo Maior (58 anos), Castelo do Piauí (61 anos), Esperantina (87 anos), Nossa Senhora de Nazaré  (73 anos), Oeiras (70 anos), Teresina (67, 70, 76, 80 e 84 anos) e União (48 anos).

Foi excluído do boletim desta quinta-feira um óbito da cidade de Paulistana, registrado ontem. O CIEVS revisou a causa da morte do paciente, que embora tenha positivado para Sars-Cov-19, faleceu em decorrência de traumatismo cranioencefálico. Com isso, o município segue sem nenhum óbito por Covid-19.

O Piauí possui 64.595 casos confirmados do novo coronavírus e 1.581 óbitos registrados pela doença, em 146 municípios. Deste total, morreram 926 homens e 656 mulheres. 

Dos 224 municípios do estado, apenas Arraial e Canavieira não têm casos positivos de coronavírus. A Covid-19 está presente em 99,1% do território piauiense.

Dos leitos existentes na rede de saúde do Piauí para atendimento à Covid-19, há 663 ocupados, sendo 396 leitos clínicos, 252 UTIs e 15 leitos de estabilização. As altas acumuladas somam 2.717 até o dia 13 de agosto.

A Sesapi estima que 62.350 pessoas já estão recuperadas ou seguem em acompanhamento (casos registrados nos últimos 14 dias), mas que não necessitaram de internação ou evoluíram para morte.

Mais na Web