Piauí

Piauí lança aplicativo para agilizar transferência de imóveis

O aplicativo está dentro de um programa de modernização do Interpi, por meio do PRO-Piauí Modernidade, e permitirá o encaminhamento e recepção de títulos para registro de forma digital.
28/06/2021 18h16 - atualizado

O Governo do Piauí informou que nesta segunda-feira (28) foi realizado no Palácio de Karnak o lançamento do aplicativo Regina (Registro de Informações Agrárias), desenvolvido pelo Instituto de Terras do Piauí (Interpi) para facilitar o registro e transferência de imóveis no Piauí.

Segundo o Estado, o aplicativo está dentro de um programa de modernização do Interpi, por meio do PRO Piauí Modernidade, e permitirá o encaminhamento e recepção de títulos para registro de forma digital, simples e rápida, conectando, simultaneamente, o Interpi, a Associação dos Notários e Registradores do Estado do Piauí (Anoreg-PI) e qualquer cartório de registro de imóveis que esteja utilizando o sistema.

  • Foto: Divulgação/Governo do PiauíPiauí lança aplicativo para agilizar transferência de imóveisPiauí lança aplicativo para agilizar transferência de imóveis

“Estamos dando um passo muito importante para o estado do Piauí. A não-regularização fundiária, tanto na área urbana quanto rural, era uma pedra no caminho para o desenvolvimento. Por isso, desde 2003, já conseguimos regularizar cerca de quatro milhões de hectares e temos dois milhões em fase de bem avançada. Então, é um passo que queremos para todo o estado, caminhar na linha da modernização”, afirmou o governador Wellington Dias .

De acordo com Chico Lucas, diretor do Interpi, o aplicativo concentrará informações, permitindo o registro de imóveis de forma rápida e segura. “A grande questão do Regina é concentrar informações de vários sistemas e colocar isso de maneira estruturada e rápida, ou seja, a pessoa que precisa transferir um imóvel poderá fazer de qualquer lugar, a qualquer hora e no futuro poderá fazer a transação imobiliária até pelo celular. O mais importante é interoperabilidade, a agilidade, a transparência e segurança na transferência dos registros de imóveis, o que antes era feito em meses, anos, podemos resolver em minutos agora”, relevou o diretor.

  • Foto: Divulgação/Governo do PiauíLançamento do aplicativo ReginaLançamento do aplicativo Regina

Grattyelle Teles, diretora do Centro de Geotecnologia Fundiária e Ambiental do Piauí (CGEO), da Semar e Interpi, destacou que, por estas características e benefícios garantidos, o sistema de Registro de Informações Agrárias já vem sendo chamado de “Pix dos Cartórios”.

“O Regina tem um caráter, não só de assessorar as tarefas operacionais, mas ajuda o Interpi no planejamento de suas ações. Permite ter toda a parte de registros territoriais e históricos do Piauí, ter todas as informações sobre imóveis e assentamentos, contando com um processo totalmente eletrônico. Então, ele congrega essa série de informações e permite que o Interpi estreite esse caminho com os cartórios, se comunicando com outros sistemas máquina-máquina e isso elimina erros”, detalhou a diretora.

O nome da nova ferramenta tecnológica representa uma homenagem à ex-diretora setorial, Regina Lourdes, que faleceu em março passado vítima da Covid-19, pouco meses antes da finalização do aplicativo, representada pelo esposo, Manoel Costa, e pela filha da servidora, Patrícia Costa. “Nos sentimos muito orgulhosos com essa linda e significativa homenagem, nossa Regina certamente está feliz com essa conquista”, disse Patrícia

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web