Coronavírus no Piauí

Piauí registra oito mortes e 530 casos da Covid-19 em 24 horas

Dos 530 casos confirmados da doença, 225 são mulheres e 305 homens, com idades que variam de cinco meses a 90 anos.
15/12/2020 20h05 - atualizado

Nas últimas 24 horas foram registrados, no Piauí, 530 casos confirmados e oito óbitos pela Covid-19, segundo os dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde, na noite desta terça-feira (15).

Dos 530 casos confirmados da doença, 225 são mulheres e 305 homens, com idades que variam de cinco meses a 90 anos. 

Quatro mulheres e quatro homens não resistiram às complicações da Covid-19. Elas eram das cidades de Antônio Almeida (78 anos), Campo Maior (73 anos), Lagoinha do Piauí (89 anos) e Marcolândia (80 anos). Já os homens eram de Monsenhor Gil (50 anos), Santana do Piauí (73 anos), Socorro do Piauí (89 anos) e Teresina (71 anos). Todas as vítimas possuíam comorbidades.

Os casos confirmados no estado somam 135.769 distribuídos em todos os municípios piauienses. Já os óbitos pelo novo coronavírus chegam a 2.743 e foram registrados em 198 municípios. Até agora, morreram 1.602 homens e 1.141 mulheres.

Dos leitos existentes na rede de saúde do Piauí para atendimento à Covid-19, há 463 ocupados, sendo 280 leitos clínico, 176 UTIs e sete em leitos de estabilização. As altas acumuladas somam 7.047 até o dia 15 de dezembro.

A Sesapi estima que 132.563 pessoas já estão recuperadas ou seguem em acompanhamento (casos registradas nos últimos 14 dias) que não necessitaram de internação ou evoluíram para morte.

Governo do Estado intensifica ações do Busca Ativa no sul do Piauí

O Governo do Piauí informou que a Sesapi reforçou as ações do Programa Busca Ativa nas cidades da região Sul do estado como forma de evitar o aumento das infecções pelo novo coronavírus.

Segundo a coordenadora do programa e gerente de Atenção Básica da Sesapi, Dília Falcão, no último fim de semana, foram capacitadas as equipes dos municípios de Bom Jesus, Corrente, Avelino Lopes, Várzea Grande e São Raimundo Nonato.

 “O Governo do Piauí e a Sesapi, percebendo que os casos naqueles territórios estavam elevando, imediatamente buscaram incrementar as equipes do Busca Ativa para que os casos positivos fossem isolados e todos os contatos testados, para, assim, ter um tratamento precoce e barrar o avanço da doença”, explica a coordenadora

Mais na Web