Polícia

Polícia Civil deflagra Operação Péssimo Negócio em Teresina

Os investigados integram uma associação criminosa que tem o costume de aplicar diversos golpes contra teresinenses.
12/12/2019 10h00 - atualizado

Nessa quarta-feira (11), a Polícia Civil do Piauí por meio da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, deflagrou a operação Péssimo Negócio com o intuito de cumprir mandados de prisão preventiva em Teresina.

A operação deve cumprir dois mandados de prisão preventiva e um de prisão temporária de dois homens e mulheres investigados pelos crimes de estelionato e associação criminosa, na capital.

De acordo com a Polícia Civil, os investigados integram uma associação criminosa que tem o costume de aplicar diversos golpes contra teresinenses. O golpe consiste em, usando a identidade de pessoas conhecidas da capital, realizar falsas compras em sites e aplicativos de negociação direta levando as pessoas que anunciavam seu produto a caírem no golpe.

Por meio das atividades investigativas, a polícia conseguiu identificar mais de 15 vítimas do golpe no estado, bem como identificar e localizar os envolvidos nos crimes virtuais. Inicialmente foi presa uma mulher de iniciais E. K, no seguimento mais duas pessoas foram presas nas zonas Sul e Norte de Teresina, o motorista de aplicativo que os auxiliavam também foi preso temporariamente.

A polícia aponta mais de 20 pessoas que foram vítimas do golpe. Eles devem responder pelo uso de dados e identidades falsas na internet e pessoalmente para consumar o crime.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web