Polícia

Polícia Civil deflagra Operação Péssimo Negócio II em Teresina

O inquérito policial, presidido pelo Delegado Anchieta Nery, investiga associação criminosa que de forma habitual praticava golpes contras diversos teresinenses.
24/07/2020 09h03

A Polícia Civil do Piauí, por meio da DRCI – Delegacia de Repressão a Crimes de Informática, com apoio operacional da GPE – Gerência de Polícia Especializada, deflagrou nessa quinta-feira (23), a Operação Péssimo Negócio II, que prendeu em flagrante delito dois adultos e aprendeu um adolescente,  pela práticas dos crimes de roubo e associação criminosa.

O inquérito policial, presidido pelo Delegado Anchieta Nery, investiga associação criminosa que de forma habitual praticava golpes contras diversos teresinenses.

  • Foto: Divulgação/Polícia CivilOperação Péssimo NegócioOperação Péssimo Negócio

De acordo com a polícia, o golpe consistia em, usando da identidade de pessoas conhecidas na sociedade de Teresina, realizar falsas compras em sites e aplicativos de negociação direta, levando as pessoas que anunciavam seus produtos a erro.

Segundo a polícia, a  líder da associação E.K., já havia sido presa na Operação Péssimo Negócio I e teve sua liberdade provisório concedida em maio, quando voltou a praticar os mesmos crimes. Diversas vítimas de estelionato reconheceram E.K e já haviam procurado a DRCI, o que deu início às investigações.

"Agindo de forma diferente, na tarde de ontem, após atrair uma vítima para fechar a negociação, ao invés de aplicar o estelionato, os criminosos roubaram os objetos da vítima à mão armada. Como já investigávamos essas pessoas, foi possível uma rápida intervenção e a prisão dos responsáveis”, informa ao Delegado Anchieta Nery titular da DRCI.

Ainda conforme a polícia, a ação resultou na apreensão de duas armas de fogo usadas em vários roubos na capital, objetos eletrônicos e joias de diversas vítimas, bem como na recuperação de uma bicicleta avaliada em mais de R$ 30.000,00.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web