Polícia

Polícia indicia 4 pessoas pela morte de lutador de boxe em Teresina

De acordo com o delegado do 7º Distrito da Polícia Civil do Piauí, Menandro Pedro, o inquérito já está concluído.
19/05/2021 11h48 - atualizado

Nesta quarta-feira (19), o delegado do 7º Distrito da Polícia Civil do Piauí, Menandro Pedro, falou ao Viagora sobre as investigações da morte do lutador Jonas de Andrade Carvalho, conhecido por ‘Guerreiro da Luz’.

O lutador morreu após participar de uma luta de Box clandestina no bairro Itaperu, na zona Norte de Teresina, no dia 24 de abril deste ano.

  • Foto: Marcelo CardosoDelegado Menandro PedroDelegado Menandro Pedro

Conforme o delegado o inquérito está concluído, e oito pessoas serão indiciadas. “Estamos dependendo do laudo da perícia do celular do Jonas, o restante já está tudo concluído. Quatro foram indiciados pelo crime contra a saúde pública com agravantes e os outros quatro serão indiciados por homicídio culposo”, destacou.

Sobre o caso

Na noite do dia 24 de abril, um homem morreu após participar de uma luta de Box clandestina no bairro Itaperu, zona Norte de Teresina. Testemunhas relataram que a vítima conhecida nos ringues como “Guerreiro da Luz”, sofreu várias pancadas na cabeça durante a luta.

O lutador morreu horas após dar entrada ao Hospital do Buenos Aires. Ele sofreu lesões no crânio e não resistiu. Jonas morava no residencial Júlia Almeida, na cidade de Timon.

Mais na Web