Polícia

Polícia Militar deflagra Operação Tiradentes III no Piauí

O objetivo da operação, realizada em todo o território nacional, é mostrar a importância da atuação dos agentes policiais para a sociedade brasileira.
24/04/2019 16h05 - atualizado

Na manhã desta quarta-feira (24), a Polícia Militar deflagrou a terceira edição da Operação Nacional Integrada Tiradentes III em todo o território nacional. O objetivo da operação é mostrar a importância da atuação dos agentes policiais para a sociedade brasileira.

  • Foto: Divulgação/Polícia MilitarAgentes da Polícia Militar do Piauí durante a Operação Nacional Tiradentes III.Agentes da PM, juntamente com o secretário Fábio Abreu, durante a Operação Nacional Tiradentes III.

De acordo com o coronel Márcio, a operação acontece em comemoração ao Dia de Tiradentes, patrono da Polícia Militar. “A operação dura 24h, indo de 7h do dia 24 às 7h do dia 25. Já é a terceira vez que ela acontece, tendo sido realizada pela primeira vez em 2017. Nessa data, procuramos mostrar os resultados da nossa atuação para a segurança pública, através da exposição do número de operações realizadas, do número do efetivo de agentes nas ruas, entre outros”, disse.

A comemoração acontece em todo o país, com a participação do Comando-Geral da Polícia Militar no Distrito Federal e do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. “Aqui no Piauí, temos 1.052 policiais militares em atuação no estado, 368 viaturas e fazendo operações desde as divisas com outros estados até a capital. Hoje, todo o efetivo estará atuando nessa operação”, relatou o coronel Márcio.

  • Foto: Divulgação/Polícia MilitarTodo o efetivo da PM do Piauí estará atuando durante a operação.Todo o efetivo da PM do Piauí estará atuando durante a operação.

Sobre como a PM vai atuar durante a operação, o coronel explicou que ela acontecerá de diversas formas ao longo do estado. “Estaremos fazendo barreiras nas divisas do estado, blitz nas ruas dos grandes centros urbanos e nos entroncamentos rodoviários. Estaremos também realizando patrulhamento ostensivo nas áreas de maior incidência de delitos, onde realizaremos abordagens, vistorias veiculares e buscas pessoais”, informou.

O coronel Márcio ainda comentou que o foco será em coibir os crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de arma, furto e roubo de veículos e recaptura de indivíduos foragidos do sistema prisional do estado.

Mais na Web