Piauí

Polícia ouve menores suspeitos de divulgar fake news sobre ataque

As informações sobre o suposto ataque a escola Mérito D’Martonne circularam em redes sociais desde a última quinta-feira e provocaram medo.
20/09/2019 16h00 - atualizado

Na tarde desta sexta-feira (20), a Polícia Civil do Piauí informou que localizou e está fazendo os procedimentos legais referentes ao caso de divulgação de mensagens ameaçadoras sobre suposto ataque armado em colégio particular de Teresina.

As informações sobre o suposto ataque circularam em redes sociais desde a última quinta-feira e provocaram medo nas pessoas que estudam e trabalham no local.

A Delegacia de Segurança e Proteção ao Menor está realizando o procedimento policial contra os três adolescentes até agora identificados com os responsáveis pela produção e divulgação das notícias falsas

  • Foto: Divulgação/WhatsAppMensagens que circularam no WhatsApp anunciando um atentado ao colégio.Mensagens que circularam no WhatsApp anunciando um atentado ao colégio.
  • Sobre o caso

Nessa quinta-feira, 19 de setembro, circulou em grupos do aplicativo WhatsApp uma conversa anunciando um possível atentado que aconteceria no Colégio Mérito D’Martonne, localizado no bairro Ilhotas, região Centro-Sul de Teresina.

Nas mensagens, os criminosos exibiam armas de fogo e afirmavam que quatro homens iriam invadir a escola já nas primeiras horas da manhã de hoje (20).

O secretário estadual de Segurança Pública do Piauí, Fábio Abreu, através de um vídeo divulgado em suas redes sociais, tranquilizou a população e informou que a Divisão de Inteligência da Polícia Civil já está investigando o caso.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web