Polícia

Polícia prende acusados de cultivar supermaconha no Piauí

A Depre, apreendeu em um chalé, de um dos acusados, drogas sendo cultivadas como skank, cogumelo, haxixe e LSD.
11/12/2020 15h04 - atualizado

Na manhã desta sexta-feira (11), uma operação da Delegacia de Prevenção e Repressão ao Entorpecente (Depre), resultou na prisão de duas pessoas, por cultivar e traficar skank, um tipo de maconha, em Barra Grande, município de Cajueiro da Praia, Piauí.

Entre os acusados, foram um homem identificado de 24 anos, conhecido como “Lourinho” e outro de 28 anos conhecido apenas como “Vida boa”. De acordo com a polícia, eles foram presos em um chalé acusados de cultivar e traficar skank.

A delegacia disse que foram apreendidos R$ 10 mil em espécie, uma balança de precisão e drogas sendo cultivadas como skank, cogumelo, haxixe e LSD, além de um silenciador de uma pistola 380.

Segundo a polícia, “Lourinho”, já era procurado por vender essas drogas em uma praça do município de Cajueiro da Praia, após investigações, o acusado foi localizado em Barra Grande, onde tem um chalé.

A polícia ressaltou ainda que após a localização do suspeito, foram pedidos três mandados de busca e apreensão em Barra Grande e um para a casa dos pais dele em Teresina, onde não foi encontrado nenhum material ilícito.

Mais na Web