Polícia

Polícia prende irmãos no Piauí suspeitos de integrar facção do DF

A policia investiga uma organização criminosa de Brasília que tem atuado também no estado do Piauí.
  • NATHALIA CARVALHO
13/08/2019 09h05 - atualizado

Uma operação policial em andamento no Piauí e em mais três estados está cumprindo mandados de prisão por homicídios e outros crimes.  Os outros estados envolvidos na ação são: Piauí, Maranhão, Goiás e Distrito Federal.

De acordo com informações do delegado Willame Moraes, coordenador da Divisão de Inteligência e Captura (DICAP), a operação tem o objetivo de cumprir 49 mandados de busca e apreensão nos quatro estados citados.

Até o momento no Piauí um casal de irmãos foi preso acusado de envolvimento em um esquema de lavagem de dinheiro e um advogado detido em Brasília também envolvido na prática criminosa. O delegado informou que além dos mandados, outros pertences estão sendo apreendidos “Nessa operação já foi pego armas, drogas, veículos e contas foram bloqueadas”, disse.

O coordenador disse que a concentração maior dos mandados está em Brasília. “Essa investigação é em razão de vários homicídios ocorridos no Distrito Federal, são contabilizados mais de 30 mortes causadas por uma facção local chamada ‘Comando do Cão’ que não é vinculado nem ao PCC e nem ao Comando Vermelho. Além desse grupo responder por homicídio, ainda respondem por organização criminosa e lavagem de dinheiro”, explica.

A polícia informou que o casal preso no Piauí tinha ligação com a organização criminosa de Brasília. “A mulher era responsável pela movimentação financeira e pela lavagem de dinheiro, recebia em suas contas um valor oriundo do tráfico de drogas e dos homicídios ocorridos no DF e o irmão além de colaborar no esquema, responde por homicídio”, contou Willame. A operação segue sendo realizada e conta com o apoio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa no Piauí.

Mais na Web