Polícia

Polícia prende suspeita de participação nas mortes de jovens em Timon

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, a ação ocorreu na manhã desta quinta-feira (22) na zona Rural.
22/07/2021 11h22 - atualizado

Na manhã desta quinta-feira (22), a Força Tarefa da Secretaria de Segurança Pública do Piauí (SSP) realizou a prisão da sétima pessoa suspeita de participar das mortes das duas adolescentes de 15 e 17 anos que foram encontradas em uma cova rasa, em março deste ano na cidade de Timon (MA).

De acordo com a SSP, a travesti identificada como Willian de Sousa Teófilo e conhecida como "Williene ou Bolinha" foi presa em uma residência no Povoado São Vicente, zona Rural de Teresina.

  • Foto: Luis Marcos/ ViagoraPreso acusado de participar das mortes de jovens em TimonPreso acusado de participar das mortes de jovens em Timon

Em entrevista ao Viagora, o Major Audivan Nunes afirmou que a suspeita confessou que apenas levou as duas jovens de uber para o local da execução em Timon.

“Ela tem participação efetiva e já nos confessou que levou as duas meninas para o local da execução lá em Timon. Inclusive uma das meninas era vizinha dela, no bairro Vila da Paz e ele disse que a participação dele foi de, através de um uber levar as duas meninas para serem executadas”, disse.

  • Foto: Luis Marcos/ ViagoraMajor Audivam NunesMajor Audivam Nunes

Segundo o Major, a ação se deu por determinação do secretário de Segurança, Coronel Rubens Pereira e ainda nesta manhã o suspeito será apresentado na Delegacia de Homicídios de Timon para os procedimentos legais.

“De posse do mandado de prisão, como também através do nosso serviço de inteligência da Força Tarefa, nós pegamos essas informações ontem e, por determinação do secretário, nas primeiras horas de hoje agente executasse essa prisão como de fato fizemos. A indivídua está presa e agora vai ser apresentada na Delegacia de Homicídios da cidade de Timon para todos os procedimentos legais de execução da prisão”, afirmou.

Ainda de acordo com o Major Audivan, ao todo, sete pessoas foram presas por envolvimento nesse crime e faltam mais três suspeitos.

“O que vimos através da divulgação da mídia até ontem, é que foram presas seis pessoas e essa é a sétima presa do caso de Timon e faltam ainda três pessoas para serem presas. E se essas pessoas estiverem aqui no território piauiense, pode ter certeza que a Polícia Militar e Civil, vai prender e apresentar ao estado do Maranhão”, ressaltou.

Mais na Web