Piauí

Prefeita e professora Vilma Amorim nunca atingiu metas do Ideb

O Ideb de Esperantina não consegue atingir as metas estabelecidas e perde, vergonhosamente, para quase todos os municípios da região dos Cocais.
17/09/2020 12h00 - atualizado

Na última terça-feira, 15 de setembro, o Ministério da Educação (MEC) divulgou os dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básico (Ideb) 2019. O Piauí registrou um crescimento de 0,4 pontos no ranking, ficando entre os três melhores estados na Região Nordeste.

Apesar do crescimento do estado no ranking, alguns municípios ficaram com notas abaixo da meta, como a cidade de Esperantina, localizada na região Norte do Piauí.

Com pouco mais de 37 mil habitantes, Esperantina é administrada desde 2014 pela professora Vilma Amorim (PT) e, desde então, nunca atingiu as metas projetadas no Ideb para a rede municipal de ensino.

  • Foto: Divulgação/MECIdeb de Esperantina nos anos iniciais do ensino fundamental.Ideb de Esperantina nos anos iniciais do ensino fundamental.

Segundo os dados divulgados pelo MEC, a meta para os anos iniciais do ensino fundamental eram 4.0 em 2015, 4.3 em 2017 e 4.6 em 2019, tendo o município atingido apenas 3.9 em 2015, 4.1 em 2017 e 4.2 em 2019.

  • Foto: Divulgação/MECIdeb de Esperantina nos anos finais do ensino fundamental.Ideb de Esperantina nos anos finais do ensino fundamental.

Nos anos finais, a situação é ainda pior. A meta projetada para 2015 era de 4.4, para 2017 era de 4.7 e 4.9 para 2019, no entanto, o município atingiu somente 3.6 em 2016, 3.7 em 2017 e 3.8 em 2019.

O Ideb de Esperantina não consegue atingir as metas estabelecidas e perde, vergonhosamente, para quase todos os municípios da região dos Cocais.

Outro lado

O Viagora procurou a gestora para falar sobre o assunto, mas até o fechamento da matéria a prefeita não foi localizada. O espaço permenece aberto para esclarecimentos.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web