Política

Prefeito Leo Leite é investigado por pagar professores abaixo do piso

O procedimento preparatório de inquérito foi instaurado pelo promotor Justiça Mauricio Verdejo G. Júnior.
23/08/2021 10h41 - atualizado

O promotor de Justiça Mauricio Verdejo G. Júnior instaurou procedimento preparatório de inquérito civil em face da prefeitura de Pedro Laurentino, administrada pelo prefeito Leo Leite, para apurar supostos pagamentos abaixo do piso salarial do magistério a professores contratados em caráter temporário, no ano de 2018, no município

Segundo portaria publicada no Diário Oficial, o Ministério Público considerou o Procedimento Investigatório Preliminar (PIP) instaurado em 30 de novembro de 2020, para apurar os pagamentos.

  • Foto: Facebook/Leo Leite (Progressistas), prefeito de Pedro Laurentino.Leo Leite (Progressistas), prefeito de Pedro Laurentino.

De acordo com o MPPI, cabe a instituição, a defesa dos direitos difusos, coletivos, individuais homogêneos e individuais indisponíveis, bem como a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais.

“Requisite-se mediante ofício, do Município de Pedro Laurentino-PI, na figura de seu Gestor, no prazo de 15 (quinze) dias, justificativas quanto ao pagamento abaixo do piso salarial do magistério a professores contratados em caráter temporário no ano de 2018, bem como encaminhar, em igual prazo, cópia dos extratos de pagamentos dos professores efetivos e contratados dos anos de 2018 e 2019”, determinou o representante do órgão ministerial.

Outro lado

O  Viagora procurou o gestor para falar sobre o assunto, mas até o fechamento da matéria o prefeito não foi localizado.

Mais na Web