Política

Prefeito Padre Walmir pede desfiliação do Partido dos Trabalhadores

O prefeito de Picos assinou o documento de desfiliação nessa terça-feira (15) em "caráter irrevogável".
16/09/2020 08h00 - atualizado

Após cerca de uma década na sigla, o prefeito de Picos, Padre Walmir, pediu desfiliação "em caráter irrevogável e irrefutável" do Partido dos Trabalhadores (PT) através de documento assinado nessa terça-feira (15) e enviado à Wellington Dantas, presidente do Diretório Municipal.

“Ressalto ainda que agradeço sinceramente o apoio político que me foi deferido por quase uma década de permanência nesta agremiação, o qual respeito e admiro por sua história e pelos imensos benefícios que proporcionou e proporciona ao povo da nossa cidade, do nosso estado e do nosso país”, declarou o prefeito.

  • Foto: DivulgaçãoPadre Walmir pede desfiliação do PTPadre Walmir pede desfiliação do PT

O atual pré-candidato do PT à Prefeitura de Picos, o empresário Araujinho, vetou quatro dos nomes indicados por Padre Walmir, que rompeu politicamente com o empresário. A condição de vice ficou para Gutenberg Rocha.

Em convenção que aconteceu no último sábado (12), para homologar as candidaturas de Araujinho e Gutenberg, o PT e o MDB foram multados pela Vigilância Sanitária de Picos em R$ 50 mil cada. O motivo foi a aglomeração que houve no evento, descumprindo as medidas sanitárias adotadas no Piauí para combate da Covid-19.

Mais na Web