Polícia

PRF apreende carro com registro de apropriação indébita em Teresina

A PRF constatou que o dono inicial, autor do registro de apropriação indébita, alegou que realizou o procedimento, pois o consórcio do veículo estava atrasado.
29/10/2021 11h05 - atualizado

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou, na tarde dessa quinta-feira (28), um veículo com registro de apropriação indébita na BR 343, em Teresina.

Conforme a equipe de policiamento, o condutor, homem de 25 anos, apresentou durante a abordagem, uma procuração legal válida comprovando a posse do veículo.

  • Foto: Divulgação/PRFVeículo apreendido pela PRF-PIVeículo apreendido pela PRF-PI

Após averiguação no sistema, os policiais descobriram que o primeiro proprietário vendeu o automóvel para uma terceira pessoa, que algum tempo depois, também vendeu o carro.

A PRF constatou que o dono inicial, autor do registro de apropriação indébita, alegou que realizou o procedimento, pois o consórcio do veículo estava atrasado.

O homem foi encaminhado, na condição de testemunha, até a Polícia Civil da capital, para procedimentos necessários.

Mais na Web