Polícia

PRF flagra carreta com excesso de carga na cidade de Floriano

Segundo os policiais, a equipe da PRF observou indícios de que o veículo estaria circulando com excesso de peso (derramando carga, pneus baixos e velocidade muito reduzida).
01/11/2021 12h23 - atualizado

Nesse sábado (30), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou um homem de 38 anos conduzindo um veículo de carga, modelo Volvo/FH 540 X4T, com excesso de carga e sem nota fiscal, na BR 230, em Floriano, região Sul do Piauí.

Segundo os policiais, a equipe da PRF observou indícios de que o veículo estaria circulando com excesso de peso (derramando carga, pneus baixos e velocidade muito reduzida). Foi questionado ao condutor se havia excesso de carga e ele negou.

  • Foto: Divulgação/PRFCaminhão após a flagraCaminhão abordado durante a fiscalização

De acordo com a PRF, o caminhão foi conduzido para balança, na qual constatou-se o excesso de peso em 23 toneladas, o equivalente a 11 carros populares. Além disso, o condutor apresentou a documentação fiscal da mercadoria em excesso.

Diante do ocorrido, os policiais rodoviários federais registraram, a princípio, a ocorrência de transporte de mercadoria nacional sem nota fiscal. Foi apresentado ao condutor um termo de compromisso e ele se comprometeu a comparecer, quando solicitado, em juízo. Por fim, a PRF informou que o veículo foi retido até a devida regularização (transbordo do excesso constatado).

Caminhões com excesso de carga

Caminhões com excesso de peso são um perigo para a segurança viária nas rodovias. Além dos danos ao pavimento das estradas, existe um grande risco de acidentes graves em virtude de problemas mecânicos, como falta de freios, visto que o sistema de frenagem é projetado para conter o veículo até determinado limite de peso, acima disso, o sistema não funciona com eficiência; além disso, há o risco de tombamento devido ao excesso de peso e da carga mal acondicionada.

Mais na Web