Polícia

PRF-PI apreende carreta com identificação adulterada em Valença

Segundo a polícia, o condutor responderá pelos crimes de Adulteração de sinal identificador de veículo automotor - Art. 311 da Lei 2.848/1940 (Código Penal).
  • VIVIANE ROCHA
28/11/2020 10h34 - atualizado

Um veículo de carga, que possuía os elementos de identificação adulterados, foi apreendido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), nessa sexta-feira (27), em Valença do Piauí.

A ação foi desencadeada quando os policiais abordaram na rodovia BR 316, uma carreta, conduzida por um homem de 64 anos.

  • Foto: Divulgação/PRFCarreta apreendida pela PRF, em Valença do Piauí.Carreta apreendida pela PRF, em Valença do Piauí.

Ao fazer as devidas verificações nos elementos de identificação do bem, os policiais detectaram que os mesmos estavam adulterados. Após fazer uma verificação mais minuciosa, concluíram que tratava-se de um caso de clonagem, tendo em vista que os elementos de identificação reportaram para um veículo com as mesmas características.

A PRF disse que identificou que o veículo original possuía R$ 894,00 de débitos perante o Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN), do Distrito Federal, em Brasília, além de restrição à circulação, devido a uma ação judicial.

O condutor do veículo informou para a polícia que não tinha conhecimento das restrições, tendo em vista que a carreta não é de sua propriedade.

O condutor e o veículo, juntamente com toda a documentação, foram encaminhados até à Polícia Civil no município de Valença, para os procedimentos necessários.

Segundo a polícia, o homem responderá pelo crime de Adulteração de sinal identificador de veículo automotor - Art. 311 da Lei 2.848/1940 (Código Penal).

Mais na Web