Piauí

Procon fiscaliza mais de 30 postos de combustíveis em Teresina

Foram autuados seis estabelecimentos de Teresina por irregularidades diversas, as empresas tem o prazo de 15 dias para apresentar defesa.
  • DA REDAÇÃO
18/02/2020 18h30 - atualizado

O Programa de Proteção e Defeso do Consumidor (PROCON/MP-PI) realizou fiscalizações em 33 postos de combustíveis de Teresina entre os meses de dezembro de 2019 e janeiro de 2020.

  • Foto: Divulgação/Ministério PúblicoInspeçãoInspeção

As inspeções foram realizadas em parceria com o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Como resultado, foram autuados seis estabelecimentos da capital por irregularidades diversas sendo a maior parte dos problemas relacionados à medição das bombas que têm apresentado erros na vazão do combustível.

Quando ocorre a vazão do combustível, o consumidor termina por não receber a quantidade total pela qual pagou. Além disso, as equipes encontraram produtos vencidos em quatro estabelecimentos durante o mês de dezembro e após testes preliminares, a ANP recolheu quatro amostras para análise em laboratório sob suspeita de fraude.

De acordo com o Ministério Público, as empresas autuadas têm o prazo de até 15 dias para apresentar defesa.

Mais na Web