Coronavírus no Piauí

Professora morre em Teresina 10 dias após a filha vítima da Covid

A professora Noélia Maranhão estava internada há cerca de 30 dias em um hospital particular de Teresina para tratar da doença, mas não resistiu.
05/06/2021 15h29 - atualizado

Morreu nessa sexta-feira (04) em Teresina a professora Noélia Maranhão, vítima de complicações provocadas pela Covid-19. A professora morreu cerca de dez dias após a filha que também foi contaminada pelo novo coronavírus.

Noélia Maranhão estava internada há cerca de 30 dias em um hospital particular de Teresina para tratar da doença, mas não resistiu. A filha da professora, a nutricionista Bianca Maranhão, de 24 anos, faleceu há dez dias também em decorrência da Covid-19.

Por meio de uma publicação nas redes sociais, o ex-secretário municipal de Educação (Semec) Kleber Montezuma lamentou a morte da professora que foi por 20 anos diretora das escolas Valter Alencar, Deoclécio Dantas e atualmente era diretora adjunta da escola Vereador José Ommati, no bairro Piçarreira.

“Professora Noelia Maranhão uma das melhores diretoras de escola da prefeitura de Teresina. Seu trabalho ajudou a fazer a educação, da rede municipal, a melhor educação do Brasil”, escreveu o ex-secretário da Semec na legenda.

Segundo informações, o velório da professora está sendo realizada em uma funerária no Centro de Teresina e o sepultamento está previsto para às 16h30 no cemitério do bairro Buenos Aires, zona Norte da capital.    

Confira a publicação de Kleber Montezuma:

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web