Coronavírus no Piauí

Professores e policiais são incluídos na prioridade de vacinação no Piauí

O governador Wellington Dias explicou que assinou a medida e que já havia um pedido por parte dos gestores da segurança e de deputados da bancada federal.
30/03/2021 18h04 - atualizado

O Governo do Piauí informou que nesta terça-feira (30), o governador Wellington Dias assinou um novo decreto que determina que atividades desempenhadas por profissionais da educação e segurança pública sejam consideradas essenciais para que os trabalhadores sejam incluídos nos grupos prioritários para vacinação.

Por meio de um vídeo publicado nas redes sociais, o governador explicou que assinou a medida e que já havia um pedido por parte dos gestores da segurança e de deputados da bancada federal, como a deputada Rejane Dias (PT) e Fábio Abreu (PL).

“Assinei decreto em que classificamos atividades de segurança e também de educação como atividades não apenas essenciais, mas prioritárias na ordem de vacinação. O fato é que havia um pleito com os nossos gestores na área da segurança, da bancada federal com os deputados Rejane Dias e Fábio Abreu, a bancada na Assembleia Legislativa, destaco aqui o deputado Carlos Augusto e deputado João de Deus, para que a gente tenha as condições de iniciar a vacinação”, disse o governador.  

  • Foto: Divulgação/Governo do PiauíWellington assina decreto para vacinação de professores e policiaisWellington assina decreto para vacinação de professores e policiais

Segundo o Estado, o govenador também solicitou, em nome do Consórcio Nordeste, a inclusão das categorias no Programa Nacional de Imunização (PNI). Para isso, Wellington ofícios ao presidente da república, Jair Bolsonaro; ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga; ao ministro da educação, Milton Ribeiro; e a Arnaldo Medeiras, secretário de vigilância em Saúde do ministério da Saúde.

Para o governador do Piauí, com a vacinação, os profissionais da segurança que atuam em áreas de risco de contaminação ficarão protegidos e na área de educação a vacina permitirá a retomada segura das atividades.

“Além de assinar o decreto, como coordenador do Consórcio Nordeste encaminhei à Comissão Intersetorial Tripartite o pedido para termos um critério definido. A análise está sendo feita para que se tenha uma regulamentação nacional”, afirmou o governador.

Mais na Web