Piauí

Projeto cria Semana Estadual de Doação do Leite Humano no Piauí

Segundo o autor do projeto, Francisco Costa, alguns dos objetivos são estimular a doação e promover os bancos e postos de coleta de leite humano.
29/05/2021 15h16 - atualizado

O deputado Francisco Costa (PT) criou um Projeto de Lei Ordinária que institui no Piauí a Semana Estadual de Leite Humano, projeto este que está tramitando na Assembleia Legislativa (Alepi) e já recebeu parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça.

A deputada Teresa Britto (PV) foi a relatora, e o projeto segue agora para a Comissão de Educação, Cultura e Saúde. A proposta é que o evento ocorra sempre na semana do dia 19 de maio.

  • Foto: Divulgação/AlepiDeputado Francisco Costa (PT)Deputado Francisco Costa (PT)

Francisco Costa afirma que os objetivos são estimular a doação e promover os bancos e postos de coleta de leite humano, além de promover a conscientização para que mais mulheres passem a doar leite, diminuindo assim os indicadores da necessidade de cuidados e redução da mortalidade de neonatais.

“O nosso projeto visa sensibilizar a população para a importância da doação do leite humano, mediante palestras, debates e seminários, visto ser crescente a demanda por leite materno para garantir a sobrevivência de bebês internados em UTI’s neonatais, cujas mães não são capazes de suprir, com seu próprio leite, as necessidades dos seus filhos”, explica.

Conforme o parlamentar, neste período de pandemia aconteceu uma substancial redução nos estoques de leite materno, e ressalta que a interrupção do aleitamento provoca, entre outros problemas de saúde, a desnutrição. Ele acrescenta que a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que os bebês sejam alimentados exclusivamente com o leite materno até os seis meses de vida, podendo continuar mamando até os dois anos ou mais.

Segundo o deputado, o Piauí possui, hoje, a menor rede de coleta com apenas um banco e quatro postos de recebimento, armazenamento e distribuição do leite materno.

“No Brasil, nas últimas três décadas tem aumentado o número de mães amamentando. Porém, mesmo assim, não faltam indícios de que ações de proteção, promoção e apoio devem ser intensificadas, uma vez que estamos longe de atingir as metas propostas pela OMS”, destacou.

Mais na Web