Política

Projeto de Dudu que puniria servidor que não se vacinasse é rejeitado

O projeto de Lei proposto pelo vereador, obrigava o afastamento sem remuneração de servidores públicos que não se vacinassem.
28/09/2021 13h16 - atualizado

Nesta terça-feira (28), foi rejeitado na Câmara Municipal de Teresina (CMT) o Projeto que obrigava o afastamento, sem renumeração, de servidores públicos que não se vacinassem contra a covid-19.

O Projeto de Lei foi proposto pelo vereador Dudu (PT) e tinha como objetivo punir com afastamento do trabalho e corte de salário, o servidor que se recusasse a tomar a vacina contra a doença. Dos 23 vereadores presentes,15 foram contra a proposta.

Rejeitado em primeira votação, o projeto não poderá ser reapresentado na legislatura.

  • Foto: Luís Marcos/ ViagoraVereador DuduVereador Dudu

“É inadmissível que alguém dizer que não vai se vacinar por questões políticas, por questões ideológicas por qualquer que seja a questão”, relatou o vereador.

De acordo com Evandro Hidd (PDT), os vereadores não concordaram com a penalidade envolvendo o salário do servidor. 

Segundo Dudu, será apresentado um indicativo de lei para a prefeitura com o intuito de retomar a discussão a respeito da vacinação.

Mais na Web