Piauí

Promotor investiga contratação de servidores da Prefeitura de União

O procedimento administrativo foi instaurado pelo promotor de Justiça Rafael Maia Nogueira em face do município.
30/08/2021 11h30 - atualizado

O Promotor de Justiça Rafael Maia Nogueira instaurou um procedimento administrativo em face da Prefeitura de União, administrada atualmente pelo prefeito Gustavo Conde Medeiros, para fiscalizar a contratação de servidores para preenchimento das 24 (vinte e quatro) vagas previstas no Plano Emergencial de Enfrentamento a Covid-19, no município em 2020.

Conforme a portaria nº 38/2021, publicada no Diário Oficial do Ministério Público do Piauí, o órgão considerou que o procedimento é destinado, entre outras, a acompanhar de forma continuada, políticas públicas ou instituições, bem como para embasar outras atividades não sujeitas a inquérito civil.

De acordo com o MPPI, decorreu o prazo de prorrogação disposto na Notícia de Fato (NF), sem que todos os fatos do caso em questão fossem apurados.

“Solicita-se à Prefeitura Municipal de União, para que, em 10 (dez) dias úteis, apresente informações acerca do seletivo emergencial eletrônico realizado no ano de 2020 para preenchimento das vagas previstas no Plano Emergencial de Enfrentamento ao COVID-19”, determinou o representante do Ministério Público.

Outro lado

O Viagora procurou o gestor para falar sobre o assunto, mas até o fechamento da matéria o prefeito não foi localizado. O espaço permanece aberto para esclarecimentos.

Mais na Web