Política

Promotor investiga contrato de R$ 944 mil do prefeito Amiltinho

O promotor José Sérvio de Deus Barros instaurou uma Notícia de Fato para investigar um contrato de R$ 944 mil sem licitação feito pelo prefeito de Gilbués.
10/05/2021 11h09 - atualizado

Após matéria publicada pelo Viagora na última segunda-feira, 3 de maio, o Ministério Público do Estado do Piauí, por meio do promotor de Justiça José Sérvio de Deus Barros, instaurou uma Notícia de Fato para investigar um contrato firmado pelo prefeito de Gilbués, Amilton Lustosa Figueiredo Filho, conhecido como Amiltinho, com a empresa A. L. de Lima Dantas, no valor de R$ 944.650,00 (novecentos e quarenta e quatro mil, seiscentos e cinquenta reais).

De acordo com o extrato, o contrato nº 036/2021 foi firmado por meio do processo de dispensa de licitação nº 029/2021, teve como objeto a contratação de empresa para aquisição de combustíveis e derivados de petróleo para atender as demandas da Prefeitura Municipal e tem validade de 12 meses.

  • Foto: Instagram/AmiltinhoAmiltinho (Progressistas), prefeito de GilbuésAmiltinho (Progressistas), prefeito de Gilbués.

Segundo a assessoria de comunicação do MP, ao tomar conhecimento do caso, o promotor José Sérvio de Deus Barros determinou que fosse instaurada Notícia de Fato para coleta de mais informações sobre o contrato e, posteriormente, se for o caso, a conversão em Inquérito Civil.

Mais na Web